Sunday, 2 September 2012

Norval Morrisseau - Copper Thunderbird

Custa.. Custa-me muito regressar aqui e reiniciar actividade com uma notícia triste por isso vou  primeiramente colocar, e publicar neste blogue algumas imagens de obras dum autor que desde há muito eu admiro.  Depois deste artigo irei publicar seguidamente sobre o grande vulto que hoje partiu.. 



Para já, fica este registo do "Miskwaabik Animiki" (Copper Thunderbird), mais conhecido pelo nome de Norval Morrisseau.


Foi o primeiro a quebrar as regras e tradições de seus antepassados, dos Ojibwe, começando em 1959 a pintar lendas, relatos tribais, e seus sonhos, em telas para o "homem branco" poder "ver"  (após ter recebido durante um sonho uma revelação onde lhe foi "indicado" que o deveria fazer).
Educado pelos avós maternos (o avô sendo um devoto xamã e a avó profundamente católica, ambos, tal como ele de origem Ojibwe), ele reflecte uma intensa espiritualidade na sua obra: uma obra riquissima que funde as tradições e culturas, europeias com a dos primeiros canadianos.
Nascido - Jean-Baptiste Norman Henry Morrisseau, a 14 de Março de 1932 (ou 1931), perto de Thunder Bay, junto ao lago Nipigon e a norte do lago Superior, na zona noroeste do Ontário, faz agora este mês 50 anos desde que ele ganhou grande notoriedade no mundo das artes plásticas ao ter as suas obras expostas na Galeria "Pollock", em Toronto (Setembro de 1962).

 Em finais dos anos 60 ele conheceu Pablo Picasso e Marc Chagall, ambos fans da sua obra. Fizeram questão em ver a exposição dos trabalhos do artista canadiano que na altura foi organizada (e simultânea às deles) e que ocorria em Saint-Paul-de-Vence, na França, na Gallerie Saint-Paul.

Galardoado com as mais altas distinções (em vida) de seu país, e reconhecido pelo mesmo devido ao seu enorme talento, ele tem no seu histórial um episódio (entre muitos) de uma vez no início da década de 70 ter sido encarcerado pelo que as autoridades diziam ser - "para o seu próprio bem e segurânça pessoal", devido a estar embriagado. Na altura, quando ocorreu deste episódio de sua vida, para além  a sua cela  (e mesmo ao lado dela) , foi-lhe atribuido uma cela "extra" para assim ter um estúdio.

Em 1978 ganhou o prestigiado galardão de seu país, o "Order of Canada", pelo contributo ao mundo das artes plásticas, e, em 1989 pelo 'bicentenário' foi convidado (o único de seu país) como artista a expor na França.

É seguramente um dos mais representados e reconhecidos pintores de seu país, independentemente de ser de tradição aborigene ou não, se não o mais reconhecido.

Tendo falecido a 4 de Dezembro de 2007, ele deixou uma vasta obra e uma história de vida riquíssima.  A maior razão por haver polémicas em torno de algumas obras suas, e discussão sobre a autenticidade das mesmas, é principalmente devido a se saber que ele assinava (com alguma frequência) obras de outras pessoas com dificuldades financeiras desejando assim lhes ajudar, pois tinha consciência nas últimas décadas de sua vida das somas avultadas que geravam a venda dos seus trabalhos.

Já há muito que era para colocar neste blogue algo sobre ele e agora, sem mais demora, deixo aqui imagens de algumas das suas obras que mais aprecio.




"Moose and Birds"







"Fresh Spirits - 1976"








"Family of Loons"





Migration (The Great Flood)










"Sacred Thunderbird"









1977 "Man turning into Thunderbird" - 1st of the goup of six paintings
 (primeira duma sequência de 6 telas, de  1977)











1977 "Man turning into Thunderbird" - 2nd of the goup of six paintings
( é a segunda tela numa sequência de 6, de  1977 )











1977 "Man turning into Thunderbird" - 3rd of the goup of six paintings
- é a terceira tela numa sequência de 6, de  1977










tela número 4 numa série de 6
- "Man turning into Thunderbird"  4th of 6 canvases (1977)










 tela número 5 numa série de 6, de  1977
"Man turning into Thunderbird" fifth of the group of six paintings








1977 "Man turning into Thunderbird" - 6th painting of the goup of six.
 (tela número 6 numa sequência de 6, de  1977)














































"Migration"









The Land (Landrights) - 1976









Medicine Bear










Mother and Child



No comments:

Post a Comment